100 anos do brasão oficial da cidade de São Paulo

“Non Ducor Duco”, “não sou conduzido, conduzo”, é o que diz a famosa frase, no brasão da cidade de São Paulo, a icônica frase demonstra o espirito de liderança dos cidadãos de São Paulo, mas o símbolo da capital também traz outros elementos muito simbólicos sobre a cidade e seu povo.

Criado em 1917 pelo poeta Guilherme de Almeida e o pintor José Wasth Rodrigues, o brasão foi escolhido através de concurso, organizado pelo então prefeito Washington Luis, como brasão oficial de São Paulo, no dia 08 de março de 1917.

Na primeira versão, a coroa ao topo do símbolo possuía três torres, detalhe que foi alterado em 1987, pelo padrão todas as capitais de estado devem possuir as cinco torres na coroa.

Na lateral, o brasão é adornado por ramos de café, na época uma das atividades econômicas que mais geravam riquezas para a cidade. Os elementos ao centro do brasão são um escudo com um braço protegido por armadura empunhando um machado, representando o espirito lutador do paulistano.

Fonte: Prefeitura de São Paulo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s